rss-logo2  

 

Museu Goeldi comemora 147 anos em outubro
Notícias - Pará
Sex, 04 de Outubro de 2013 15:00

goeldi222Ao longo de 147 anos de pesquisa científica, o Museu Paraense Emílio Goeldi, muito além do Parque Zoobotânico localizado no centro de Belém (PA), realizou a construção de grandes acervos zoológicos, botânicos, arqueológicos, etnográficos, lingüísticos, paleontológicos e de rochas e minerais que constituem uma importante fonte de informação para os estudos da biodiversidade e das sociedades humanas da Amazônia.

Alguns materiais são disponibilizados para apreciação do público, tanto no Parque Zoobotânico como no Campus de Pesquisa, durante eventos tradicionais que ocorrem todos os anos para comemorar os trabalhos desenvolvidos na instituição de pesquisa mais antiga da Amazônia.

História - Fundado em 6 de outubro de 1866, por Domingos Soares Ferreira Penna, o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) é a mais antiga instituição científica da Amazônia e um dos maiores museus de história natural do Brasil. Fortemente marcado pela pesquisa científica e pela agenda de investigações da história natural e das dinâmicas sociais suas linhas de pesquisa são organizadas em quatro coordenações: Ciências da Terra e Ecologia, Botânica, Zoologia e Ciências Humanas, esta última dividida em Antropologia, Arqueologia e Linguística Indígena..

Atividades para todos os públicos - Como parte da programação de aniversário, o Museu Goeldi organiza uma série de atividades educativas e lúdicas, como uma forma de aproximar os seus visitantes do contexto de pesquisa, ciência e tecnologia, elementos essenciais para os trabalhos desenvolvidos na instituição. Para isso, elaborou uma super programação, com seminários, exposições, palestras e workshops, tudo para aproximar o público visitante de alguns dos seus resultados de pesquisas.

Aves brejeiras - Um recinto de aves brejeiras integrado ao ambiente livre do Museu. Como parte das comemorações do aniversário do Museu Paraense Emílio Goeldi, será entregue ao público visitante a partir do dia 5 de outubro o Recinto das Aves Brejeiras, com espaço totalmente reformado. Neste mês de outubro, o público visitante já pode visitar esse ambiente com as aves brejeiras da Amazônia.

Recinto 34 aves brejeiras serão as novas moradoras Silvia de Souza Leão

Aves brejeiras são aquelas que vivem a beira de lagos ou em terrenos alagadiços. O espaço do Museu, revitalizado, terá duas Garças Brancas Pequenas 12 Guarás, cinco Marreca-Asa-de-Seda, 13 Marrecas-Irerês, uma Savacu-de-Coroa e uma Saracura-Três-Potes. Veja as características das aves brejeiras, moradores antigos do Museu, que ganharão um novo lar nesse mês de aniversário.

- Garça Branca Pequena (Egretta thula) - Ave que habita litoral, margens de rios e igarapés. Alimenta-se de peixes, crustáceos, rãs e insetos aquáticos. Faz ninhos em colônias com outras aves aquáticas no manguezal.

- Savacu-de-Coroa (Nyctanassa violácea) – Presente em todo Brasil, a ave é de dieta variada, com preferência a carangueijinhos encontrados em mangues. Faz ninhos isolados construídos em árvores perto da água e podem ser usados durante várias estações reprodutivas.

- Guará (Eudocimus ruber) – Vivem em lagos, mangues e foz de rio. Alimenta-se de crustáceos. Sua cor vermelha da plumagem é diferencial. Ela se destaca das demais. Reproduzem-se em colônias e cada fêmea põe 2 ou 3 ovos.

- Saracura-Três-Potes (Aramides cajanea) – A Saracura é encontrada em beira de estrada em todo território brasileiro. Ocorre também em brejos e praias. É conhecida por ter o seu canto associado ao aviso de que vai chover. Durante a fase reprodutiva, forma um casal permamente em que ambos os parceiros incubam ovos.

- Marreca-Asa-de-Seda (Amazonetta brasiliensis) – Alimenta-se de peixes, insetos, plantas aquáticas, sementes e caracóis. Passa grande parte do tempo dentro da água e nas margens procurando alimentos. Levanta vôo apenas quando está em perigo.

- Marreca-Irerê (Dendrocygna viduata) – É onívoro: ou o que come tudo ou de tudo. Peixes, insetos, plantas aquáticas, sementes e caracóis estão na lista de seus alimentos mais comuns. Faz ninho em folhas no chão ou em árvores ocas.

Abaixo, mais detalhes das atividades em comemoração ao aniversário do Museu Goeldi:

- Workshop: Biodiversidade, Inovação e Sustentabilidade: o Workshop “Biodiversidade, Inovação e Sustentabilidade – Amazônia e Reino Unido: experiências e oportunidades” é um evento comemorativo dos 20 anos da Estação Científica Ferreira Penna. De cunho internacional, pretende reunir profissionais e pesquisadores brasileiros e do Reino Unido para melhorar o intercâmbio de diversas práticas, especialmente nas áreas de biodiversidade, biotecnologia, transferência de tecnologia e propriedade intelectual. O evento acontece na Estação Científica Ferreira Penna, localizado na Floresta Nacional de Caxiuanã, em Melgaço (PA), e em Belém, até o dia 4 de outubro de 2013.

No dia 6 de outubro, data do aniversário de 147 anos da instituição, quem visitar o Parque Zoobotânico poderá apreciar vários clipes sobre o Museu Goeldi, no telão que ficará no Espaço Raízes, no Parque Zoobotânico, na Av. Magalhães Barata, em Belém. No dia 08, aniversário de 20 anos de Caxiuanã, o telão volta a projetar imagens e clipes da Estação Científica Ferreira Penna (ECFPn), inclusive das Olimpíadas..Nesse dia 8, também tem início o Museu Goeldi de Portas Abertas.

- Exposição “Visões: a arte rupestre de Monte Alegre”: Exposição em cartaz no Pavilhão de Exposições Domingos Soares Ferreira Penna, no Parque Zoobotânico do Museu Goeldi, exibe os resultados do projeto “Arte rupestre de Monte Alegre – difusão e memória do patrimônio arqueológico”. A exposição divulga o patrimônio arqueológico da cidade do sudoeste do Pará, Monte Alegre, além de ter lançado as publicações A Arte Rupestre de Monte Alegre e ITAÍ - A Carinha Pintada. A exposição fica em cartaz até dezembro.

Olimpíadas de Caxiuanã - A V Olimpíada de Ciências da Flona Caxiuanã tem como tema “Ciência, saúde e esporte”. O evento tem início no dia 1° e encerra no dia 10 de outubro. A Olimpíada é uma atividade que visa a despertar o interesse local pela ciência e pelas práticas esportivas, assim como objetiva melhorar a educação dos jovens de Caxiuanã.

Nessa V Olimpíada comemorativa ao 20º aniversário da ECFPn também será realizada uma Mostra de Ciências, reunindo os 28 melhores trabalhos apresentados em feiras de ciências nos municípios do Marajó e do Nordeste Paraense. Trata-se de ação do projeto Expansão do Programa Floresta Modelo de Caxiuanã financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). No dia 8 de outubro, aniversário da Estação, no Espaço Raízes, haverá a projeção de imagens e clipes da Estação Científica Ferreira Penna.

Museu de Portas Abertas O evento é realizado todo ano no mês de outubro e em cada edição os pesquisadores do MPEG se reúnem e escolhem uma sala para mostrar como é o local de trabalho. O Museu de Portas Abertas possui dois momentos: o primeiro no dia do Parque Zoobotânico (PZB) e o segundo no Campus de Pesquisa, localizado na Av. Perimetral, em Belém (PA). Este ano, o Parque vai receber os estudantes no período de 8 a 10 de outubro e o Campus dos dias 29 a 31 de outubro.

- Programação especial para as crianças – No dia 12 de outubro de 2013, o dia das Crianças tem programação especial para os visitantes mirins do Parque. O Programa Natureza é uma atividade lúdica tradicional no Museu que lembra um programa de auditório interativo. Com temática sobre o meio ambiente, a atividade é apresentada pelo personagem “Macaco Ximbica”, com encenação de peça teatral, hora do conto amazônico, realização de gincana, dinamização de jogos e kits educativos e distribuição de brindes.

- Lançamento da Gincana “Minha família no Museu Goeldi” II – Aproximar os grupos familiares que visitam o Museu Goeldi e divulgar ao público suas histórias e memórias em passeios. É com esse intuito que chega em sua segunda edição a Gincana “Minha Família no Museu Goeldi”. Para participar, os visitantes devem fazer uma pré-inscrição que acontece no período de 20 a 28 de outubro. Cada equipe/família pré-inscrita deverá apresentar no período de 23 a 30 de outubro de 2013, no Serviço de Educação do Museu Goeldi a Confirmação de Participação da sua Equipe na II Gincana “Minha família no Museu Goeldi”.

- Ciclo de Palestras sobre a História do Museu Goeldi que acontece no dia 22 de outubro, organizado pela Coordenação de Informação e Documentação (CID), tem como objetivo divulgar as pesquisas realizadas no âmbito da Coordenação. O evento acontece de 9 às 17 horas, no Auditório Paulo Cavalcante, Campus de Pesquisa do Museu Goeldi. End: Av. Perimetral, 1901.

- Feira Estadual de Ciência & Tecnologia - Coordenada pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), em parceria com as principais instituições científicas e de educação do Pará, como o Museu Goeldi, o evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida anualmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). O evento acontece no período de 23 a 25 de outubro de 2013, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia.

- Video Trilha (LabCom) - No dias 24 de outubro de 2013, o Laboratório de Comunicação Multimídia (LabCom) do Museu Paraense Emílio Goeldi realiza a Video - Trilha. Os participantes receberão noções sobre vídeo de bolso, o uso do vídeo na divulgação científica, documentação digital de áreas verdes e como entrevistar um pesquisador.

- Peça teatral Quem fica com a mamãe” - Peça de maior sucesso do projeto Potencialização e Valorização do saber idoso: uma proposta socioeducativa para a terceira idade que existe no Museu desde 2005. A história encenada alerta para o descaso e falta de interesse da sociedade com relação aos mais velhos. A atividade é uma homenagem ao dia do idoso, que no Brasil é comemorado no primeiro dia do mês de Outubro e faz parte da programação da Semana Nacional e Estadual de Ciência e Tecnologia, e do aniversário de 147 anos do Museu Paraense Emílio Goeldi. A peça “Quem fica com a mamãe” acontece no dia 30 de outubro de 2013. O local da apresentação é o Auditório Alexandre Rodrigues Ferreira, do Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi, com entrada pela Avenida Magalhães Barata.

Para se inscrever ou agendar apresentações - Aqueles que quiserem participar do projeto Potencialização e Valorização do Saber do Idoso: uma proposta sócio-educativa para a terceira idade ou agendar apresentações da peça, podem entrar em contato com a Coleção Didática do Museu Goeldi, no telefone (91) 3249-5524.

Funcionamento do Parque Zoobotânico do Museu no Dia das Crianças e Domingo do Círio - O funcionamento do Parque Zoobotânico do Museu Goeldi, no dia 11 de outubro, ocorre no horário normal. No dia 12 de outubro de 2013, sábado, dia em que se comemora o Dia das Crianças, é aberto das 9h às14h. No domingo do Círio de Nazaré, 13 de outubro de 2013, é fechado para visitação.

Serviço - O aniversário de 147 anos do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) traz diversas atividades para o público visitante que terá acesso ao local de trabalho dos pesquisadores, brincadeiras no dia da criança, acesso a um novo espaço para as aves brejeiras.

Fique atento aos horários e dias da programação de aniversário através do Portal do Museu.

Fonte: Agência Museu Goeldi

 

 

button-compartilhar